O jornalista Pedro Bial é a mais nova vítima de um golpe publicitário. Desde a semana passada, um anúncio veiculado pelo Facebook induz o leitor a acreditar que o ex-apresentador de Big Brother Brasil morreu. “Pedro não está entre nós”, diz o título, seguido da frase “‘Minha vida foi completa’ foi a última coisa que ele disse antes de…”.

Quem clica no anúncio é direcionado para um site que vende um produto para disfunção erétil _em alguns computadores, a página abre continuamente em novas abas, como um ataque de vírus.

 Bial tomou conhecimento da existência da “campanha” somente nesta semana, ao ser procurado pelo Notícias da TV. Ele disse que estuda providências pelo uso indevido de sua imagem e pela divulgação de falsas informações.

Anúncio no Facebook apela para ‘morte’ de Bial

O site ao qual o anúncio remete traz um texto típico de blog com a manchete “Notícia chocante: Maria Prata revela a pílula milagrosa que curou a disfunção erétil de Pedro Bial pra sempre!”, referindo-se à jornalista da GloboNews, com quem Bial se casou em maio de 2015.

Relata o texto que Bial e Maria Prata teriam dito nos “bastidores” de um programa de televisão norte-americano que eles “tinham problemas” com a disfunção erétil. Já não bastasse a inverossimilhança dessa situação, haja vista a discrição do casal, o texto atribui a Maria Prata uma declaração no mínimo improvável: “É incrível! Eu nunca tinha visto o Pedro desta forma, e quando ele toma minha libido também aumenta”.

Esse tipo de atividade na internet é conhecido como phishing scan. Geralmente, o objetivo é obter informações financeiras e senhas do usuário para aplicar golpes. É muito comum na forma de e-mails que afirmam que o internauta precisa tomar alguma providência, como atualizar seus dados bancários.

Pedro Bial é a segunda celebridade brasileira a ser envolvida nesse tipo de picaretagem com a isca da falsa morte. Em junho do ano passado, Ana Maria Braga desabafou no Mais Você que estava sendo vítima de um golpe para vender remédio de emagrecimento. O anúncio dava a entender que ela tinha morrido. “Damos adeus à Ana”, era o título.
Notícias da TV / UOL